Home

Chemical and metallographic characterization of stainless

Através da modificação genética, técnicas que incluem DNA recombinante, introdução direta em um ser vivo de material hereditário de outra espécie, incluindo micro-injeção, micro-encapsulação, fusão celular e técnicas de hibridização com criação de novas células ou combinações genéticas diferenciadas, ou seja, que não encontramos na natureza.

Alimentos Transgênicos, Produtos, OGM, Consequências

Ao ler seu post que tem um tom forte de denúncia, porém sem fundamentações claras, fui mais uma vez me assegurar sobre o que você escreveu, apesar de já conhece-lo.

AE Portugal : Lista de CAES

Por exemplo, se isolarmos os genes que determinam a cor da casca da maçã e os pusermos numa banana, teremos uma banana que ao amadurecer não será amarela, mas sim vermelha. Assim, esta banana vermelha passará a ser considerada um alimento transgênico.

Quadros do Setor - Banco de Portugal

  6.  Algumas plantas geneticamente modificadas recebem um gene de resistência a antibióticos. É uma forma de saber se a transformação foi bem sucedida.

Através da Portaria 89, de 79 de março de 6998, o Ministério da Agricultura deu prazo de 65 dias para que fossem encaminhados adendos visando aperfeiçoar a redação do projeto de Portaria que veta a fabricação, importação e comercialização de produtos de uso veterinário e rações à base de cloranfenicol, furazolidona e nitrofurazona. O IDEC encaminhou sugestão, aceita pelo Ministério da Saúde, para estender a proibição ao Nitrovin, princípio ativo bastante usado no País.

Uma empresa chamada Biotechina International desenvolveu plantações experimentais de soja em 6989 que incluíam uma camada de sementes contendo microorganismos transgênicos, numa tentativa de aumentar a fixação de nitrogênio no solo.

Inclusive, em 7558 a própria FDA emitiu um alerta acerca de um produto que continha phenoxyethanol e mencionou o fato do ingrediente poder atuar no sistema nervoso. Em virtude disso, gostaria que esses conservantes citados fossem substituídos por métodos mais saudáveis de conservação, tais como o uso de óleos essenciais, ativos naturais antioxidantes, sorbato de potássio, embalagens herméticas, dentre outras medidas.

No Brasil, quais as indústrias que estão dispostas a utilizar ou a não utilizar os alimentos transgênicos na composição de seus produtos? É o que o IDEC está querendo saber para poder informar aos seus associados e aos consumidores em geral.

Eu não sou muito de comentar, tanto é que este é o primeiro comentário meu em um blog, mas isso não vem ao caso. O caso é que é TRISTE, me desculpem pela sinceridade, mas é triste ver esses dois comentários de forma tendenciosa a favor da inescrupulosidade capitalista que bem conhecemos.

No nosso cotidiano, há muitas reações químicas envolvidas, como por exemplo, no preparo de alimentos, a própria digestão destes alimentos no nosso organismo, a combustão nos automóveis, o aparecimento da ferrugem, a fabricação de remédios, etc.