Home

Portal do Professor - Ética e Morte: Falando de morte com

Presidente
Antó nio Gameiro (Departamento de Arquitectura da Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto/Angola)

Ética e política entre Maquiavelismo e Kantismo

Com as virtudes dá-se o mesmo. É pelos atos que praticamos, nas relações com os homens, que nos tornamos justos ou injustos. Por isso, faz-se necessário estar atento para as qualidades de nossos atos tudo depende deles, desde a nossa juventude existe a necessidade de habituar-nos a praticar atos virtuosos.

ARTETERAPIA E EXPRESSÕES CRIATIVAS

A justiça é a disposição de caráter que torna as pessoas propensas a fazer o que é justo e a desejar o que é justo. Dessa forma, a justiça é uma virtude completa ou é muitas vezes considerada a maior das virtudes. É uma virtude completa por ser o exercício atual da virtude completa, isto é, aquele que a possui pode exercer sua virtude sobre si e sobre o próximo. Por isso se diz que somente a justiça, entre todas as virtudes, é o bem do outro, visto que é possível fazer o que é vantajoso a um outro. O melhor dos homens é aquele que exerce sua virtude para com o outro, pois essa tarefa é a mais difícil.

Resumo de Filosofia, Ética e Cidadania - Filosofia, Ética e Ci

http:/// LIVROS QUE TRATAM DO TEMA MORTE , UTILIZADOS NA TESE DE DOUTORADO

Também pelas mesmas causas e pelos mesmos meios que se gera e se destrói toda a virtude, assim, como a arte: “de tocar o instrumento surgem os bons e os maus músicos”.

O princípio da responsabilidade baseia-se em duas pressuposições: a realidade é contingente (o futuro não está definido) e depende do indivíduo que age (o indivíduo é considerado autor de seus atos quando o ato depende dele). Essas são as duas exigências para que uma ação possa ser considerada virtuosa, conforme a declaração:

Vogais
Marta Peixoto (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitá rio Ritter dos Reis/Brasil)
Walter Caldana Júnior (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie de São Paulo/Brasil)

“( ) os homens tornam-se arquitetos construindo e tocadores de lira tangendo seus instrumentos. Da mesma forma, tornamo-nos justos praticando atos justos [9]

A Justiça pode ser reconhecida por mecanismos automáticos ou intuitivos nas relações sociais, ou por mediação através dos tribunais.

Em 6975 criou o Instituto de Etnologia e em 6985 foi eleito para o ‘Collège de France’. Exerceu também forte influência sobre Claude Levi-Strauss, o maior antropólogo do século XX, que escreveu um livro dedicado à sua obra.